fbpx

Prêmio José Costa e os ODS

Prêmio José Costa e os ODS

6 de outubro de 2020 ODS 0

 

O Prêmio José Costa, como parte do Movimento Minas 2032, se baseia nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS. Eles foram estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2015 e compõem uma agenda mundial para a construção e implementação de políticas públicas que visam guiar a humanidade até 2030.

Ao conhecer e compreender cada um dos objetivos, fica mais fácil entender quem são as pessoas, ações e entidades reconhecidas pelo prêmio. Todas elas trabalham os principais desafios de desenvolvimento enfrentados por pessoas no Brasil, no mundo e, principalmente, em Minas Gerais. 

Entenda e conheça os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Clique em cada um para saber mais:

ODS 1 – Erradicação da pobreza

ODS 2 – Fome zero e agricultura sustentável

ODS 3 – Saúde e bem-estar

ODS 4 – Educação de qualidade

ODS 5 – Igualdade de gênero

ODS 6 – Água potável e saneamento

ODS 7 – Energia limpa e acessível

ODS 8 – Trabalho decente e crescimento econômico

ODS 9  – Indústria, Inovação e Infraestrutura

ODS 10 –  Redução das desigualdades

ODS 11 – Cidades e comunidades sustentáveis

ODS 12 – Consumo e produção responsáveis

ODS 13 – Ação contra a mudança global do clima

ODS 14 – Vida na água

ODS 15 – Vida terrestre

ODS 16 – Paz, justiça e instituições eficazes

ODS 17 – Parceiras e meios de implementação

Os ODS têm um grande poder mobilizador, pois são uma agenda positiva. O movimento gera oportunidades, estabelece negócios, favorece articulações entre lideranças políticas e setores. E tem grande capacidade de geração de lucro. 

US$ 12 bilhões é o alcance, por ano, em valor empresarial dos ODS. De acordo com o relatório da Comissão de Comércio e Desenvolvimento Sustentável “Melhores negócios, um mundo melhor”, em apenas quatro sistemas econômicos (alimentação e agricultura; cidades e mobilidade urbana; energia e materiais; saúde e bem-estar) os ODS oferecem oportunidades de negócios capazes de gerar 25 milhões de empregos só na América Latina até 2030. Assim, falando apenas do setor privado, vemos uma grande oportunidade para contribuir para a economias e sociedades em nosso continente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *